TAP Portugal  
 
 
 
 
 
 

Madrid

Madrid vive em permanente agitação. A cidade não dorme, pois, mesmo que quisesse, a sua gente não deixava. As "calles" (ruas) madrilenas são o palco da chamada "movida" de Madrid, que faz com que esta cidade tenha uma impressionante oferta de discotecas, bares e restaurantes onde as cañas e tapas são apenas o aperitivo para uma experiência cheia de energia.

É certo que numa província com 6,4 milhões de habitantes (cerca de metade só na cidade) as probabilidades de haver esquinas desertas em Madrid são diminutas, mas a verdade é que "salir à la calle" (ir para a rua) está na massa do sangue dos madrilenos. Madrid fica mesmo no centro da Península Ibérica, no Sudoeste da Europa, 650 metros acima do nível do mar, o que faz com que seja a mais alta das capitais europeias. A comunidade de Madrid, com a cidade no centro, estende-se ao longo de 7995 quilómetros quadrados, pouco menos de 2% do território nacional espanhol. O tamanho gigantesco das avenidas que rasgam a metrópole é impressionante e desafia quem prefere fazer turismo pelo seu próprio pé. Em seu favor, há que dizer que a inclinação é suave e, por isso, é natural que ande quilómetros e quilómetros sem dar conta, sobretudo na zona do centro, bairro de Salamanca e Parque del Retiro. Eclética e desembaraçada, Madrid e a sua gente são conhecidas pela mente aberta, pela conversa fácil e sem cerimónias e pela energia que lhes percorre as veias. Quanto ao clima, é bom saber que é de extremos: o verão é abrasador e no inverno o frio é cortante.