TAP Portugal  
 
 
 
 
 
 

Sal

Extensas praias de areia branca e águas cristalinas são o cartão de visita da ilha do Sal, uma zona ideal para quem procura repouso absoluto. Mas desengane-se se pensa que só há espaço para relaxar. Neste paraíso cabo-verdiano, a adrenalina também sobe, sobretudo quando os desafios são os desportos aquáticos. No Sal, há sempre um sorriso à espreita e quem por lá passa será bem recebido.

Falar do Sal é falar de morabeza, da arte de bem receber. Gente humilde e de uma simpatia contagiante povoa esta ilha de origem vulcânica, uma das mais pequenas de Cabo Verde e a mais próxima do continente africano. No meio do oceano Atlântico, o Sal tem uma superfície de 216 quilómetros quadrados, distribuídos por 30 quilómetros de comprimento e 12 quilómetros de largura. Sendo a ilha mais plana do arquipélago, tem o seu ponto mais alto no Monte Grande, situado a nordeste e com 406 metros de altitude. Povoada por 35 mil habitantes, partilha com as ilhas da Boa Vista, a mais próxima, e de Maio o clima ameno e com pouca variação de temperatura. Os ventos quentes que sopram a partir do deserto do Sahara contribuem para os verões com temperaturas que oscilam entre os 24ºC e os 30ºC. No inverno, altura em que pode chover um pouco, os termómetros andam entre os 16ºC e os 24ºC. Planícies rochosas de tons acastanhados e desertos de areia branca depositada pelos ventos são as principais características da paisagem lunar do Sal. A gastronomia e os seus ritmos musicais também não passam despercebidos.