TAP Portugal  
 
 
 
 
 
 
invisuais

Invisuais

A TAP Portugal garante assistência a passageiros invisuais e transporte de cães-guias

     
 

Os passageiros invisuais devem informar a TAP da sua condição no momento da reserva, mesmo que viajem com um cão-guia.


Será providenciada assistência especial no aeroporto até ao momento do embarque, devendo solicitá-la no balcão de Assistências Especiais.

Este serviço é gratuito.


Condições de Aceitação de Cães-Guias a Bordo

Caso um passageiro seja invisual e transporte consigo um cão para efeitos de orientação, a TAP deverá ser informada desta questão e este será tratado como cão-guia. 

De acordo com o Decreto-Lei nº 74/2007, art. 3º nº 4, os cães de assistência são dispensados do uso de açaime funcional quando circulem na via ou lugar público. O animal não poderá deslocar-se pela aeronave nem ocupar um lugar.

Favor notar que para alguns países, como a África do Sul, não é permitido o transporte de animais, nem mesmo de cães-guias.

A legislação sobre o Transporte de Animais de Assistência (Pet Travel Scheme - PETS) para animais que entrem no Reino Unido, irá sofrer alterações a partir de janeiro de 2012, quando o Reino Unido alinhar a sua legislação com a da União Europeia.

Para mais informações, consulte por favor os links abaixo:

Travelling with Pets - Department for Environment Food and Rural Affairs

Os animais que entrem no Reino Unido a partir de 1 de janeiro de 2012 devem estar em cumprimento com as novas regras:

Pet travel rules from 1 January 2012 - Department for Environment Food and Rural Affairs


Consulte mais informação sobre transporte de animais: