TAP Portugal  
 
 
 
 
 
 

Bissau

As paisagens tropicais podem induzir em erro. Aqui não se encontram os luxos de outros destinos paradisíacos, mas, em contrapartida, há um constante desafio de descoberta. Quem gosta de fugir às rotas massificadas tem em Bissau o local ideal para sentir África em todo o seu esplendor.

A capital da Guiné-Bissau está ainda a descobrir o turismo como fonte de riqueza e, talvez por isso, tem um encanto peculiar para quem prefere cidades onde a presença dos turistas não alterou o ritmo dos dias. Bissau tem um clima marcado sobretudo por duas estações. A época das chuvas, entre junho e outubro, é a mais quente. A estação seca tem lugar entre novembro e maio. A temperatura média anual ronda os 28ºC, com elevados índices de humidade. Não existe rede ferroviária e os autocarros, embora andem frequentemente cheios, são mais seguros do que os "toca-tocas", carrinhas que operam de forma informal. Para viajar para a Guiné-Bissau é necessário um visto, que pode ser obtido na respetiva embaixada. Antes de partir, deve recorrer à Consulta do Viajante para obter informações sobre vacinação e outros cuidados de saúde. Uma vez na cidade, não é aconselhável beber água que não seja engarrafada. Há ainda que tomar certas precauções, como respeitar os costumes nas zonas maioritariamente muçulmanas e as crenças dos povos mais isolados, que não permitem, por exemplo, que se visitem certas ilhas.