TAP Portugal  
 
 
 
 
 
 

Cultura

Os marroquinos têm a mentalidade mais aberta ao conhecimento. Isso faz com que as oportunidades cresçam dentro e fora da cidade de Casablanca. Há cada vez mais galerias que mostram o gosto deste povo pela arte contemporânea. E os turistas também ganham com isso.

Nesta grande cidade há muito para aprender, tanto da cultura árabe como de outras culturas. Por exemplo, no Bairro Judeu, Lusitânia, moram mais de cinco mil judeus. Aqui existe uma sinagoga, Namarroch, na esquina da Rua Rousseau com a Ibn Rushd, e o único museu judaico do mundo árabe. Foi fundado em 1997 e possui uma coleção de objetos, de roupas a ferramentas, passando por uma coleção de objetos litúrgicos, até a um estúdio de joalharia, que comprovam a rica história da comunidade judaica em Marrocos, ao longo de dois mil anos. Mais recentemente, a nova cara de Casablanca tem posto a descoberto novos espaços culturais, como as galerias de arte. Uma das imperdíveis é a Villa des Arts, situada entre o movimentado quarteirão Mäarif com o Parque da Liga Árabe. Este elegante e recentemente remodelado edifício recebe exposições temporárias de trabalhos de artistas contemporâneos marroquinos. Mas há mais alguns espaços ligados às artes: por exemplo, a Loft Art Gallery (rue Al Kaissi, 13, www.loftartgallery.net), propriedade de duas irmãs artistas; a Galeria Matisse (rue de la Convention, 2) ou a Galerie Atelier 21 (rue Abou Mahassine Arrouyan, 21).

Cultura: outros destinos

Munique Pico Estocolmo Turim
Munique Pico Estocolmo Turim