TAP Portugal  
 
 
 
 
 
 

Natureza

A cidade foi considerada, em 2010, uma das melhores para se viver. Muito se deve aos espaços verdes, que são mais de metade da área metropolitana de Viena. Dentro da cidade há quase dois mil parques e jardins. Fora, as áreas de Prater, Lobau e dos Bosques de Viena convidam a caminhadas e passeios de bicicleta.

Descontrair num jardim no centro da cidade é bastante fácil em Viena, pelas inúmeras opções que se apresentam. Para facilitar a escolha, diga-se que o Stadpark é um dos mais importantes e glamorosos, com enormes relvados, lagos, flores e a estátua de Strauss, o rei da valsa. Outros parques recomendados pela beleza e com monumentos de homenagem aos grandes vultos vienenses são o Volksgarten (com um monumento a Sissi) e o Burggarten (onde se deslocam, quase em peregrinação, turistas para ver a estátua de Mozart). À saída do centro de Viena encontra-se Prater, uma vasta zona verde que foi reserva de caça real até 1776 e hoje é um dos principais parques para passeios e piqueniques. Os turistas também podem sentar-se a comer na relva, mas têm uma atração bem mais interessante: a roda gigante que deixa ver a cidade a partir do céu. Conhecido como "a Selva de Viena" ou "a Floresta de Água", o Lobau é um parque nacional com mais de dois mil hectares, que, além das plantas e dos animais, tem à disposição dos visitantes várias atividades. Os Bosques de Viena são um pulmão verde que a UNESCO designou de Reserva da Biosfera em 2005, onde se pode praticar desporto.

Natureza: outros destinos

Viena Rio de Janeiro Porto Dakar
Viena Rio de Janeiro Porto Dakar