TAP Portugal  
 
 
 
 
 
 

Horta

É dos portos mais seguros dos Açores. A sua marina é conhecida internacionalmente por marinheiros de todo o mundo, que gostam de parar na Horta, a capital da ilha do Faial, e deixar-se ficar nesta terra muito firme. Contam-se histórias, lendas e descrevem-se aventuras.

Nesta pequena ilha de 173 quilómetros quadrados moram cerca de 15 mil pessoas, de acordo com as últimas estatísticas. Mas diariamente chegam aqui muitas mais. Há um encanto nesta cidade, talvez por ser terra de homens de mar. Parece que quem aqui atraca – ou aterra – está a chegar a um local mágico, que esconde muitas histórias, muitas lendas e aventuras. Basta chegar ao centro da cidade e parar em frente a todos os barcos ali atracados e olhar os navegadores (lobos do mar) no seu interior e perceber que histórias não vão faltar logo que cheguem a terra firme. É, por isso, um local que faz apelo ao imaginário de todos os que fazem escala nesta ilha, que faz parte do arquipélago dos Açores. Mas não é só na marina que reside o encanto desta ilha. Conhecida por estar recheada de hortênsias, a ilha do Faial mistura os tons verdes das suas pradarias com o azul do mar (e das flores). Esta é uma terra que foi um importante ponto de paragem para as caravelas no tempo dos Descobrimentos. A ilha terá sido descoberta por Diogo de Teive, que terá passado ao seu largo numa viagem exploratória em 1451, durante as navegações de Gonçalo Velho Cabral. A criação do município data de 1498.