TAP Portugal  
 
 
 
 
 
 

Natureza

Roma pode ser uma cidade agitada, mas em pleno centro da capital italiana há parques e jardins que fazem esquecer o ruído e o trânsito, transportando os visitantes para uma atmosfera de romantismo e tranquilidade.

Quem vive na frenética cidade de Roma nem sempre tem tempo para desfrutar dos inúmeros espaços verdes existentes e abertos ao público. Tal como acontece na arquitetura, os jardins também revelam influências do Renascimento e do barroco, traduzidos em vegetações luxuriantes e espaços imponentes. Um dos primeiros locais a visitar é o Jardim Botânico (www.horti.unimore.it), criado pelo Papa Nicolau II para cultivo de plantas medicinais e remodelado em 1883. Tem 12 hectares e mais de 3500 espécies de plantas, incluindo árvores centenárias, um bosque de bambus, um jardim japonês e um bosque do qual se pode ter uma vista soberba sobre a cidade. A Fonte dos Tritões e as plantas aquáticas são também atrações deste espaço. Situado perto da Galeria Borghese, o parque da Villa Borghese é também um museu ao ar livre, com estátuas de divindades romanas e de escritores como Lord Byron e Victor Hugo. O Bioparco, um jardim zoológico com cerca de 200 espécies, também aqui fica. A Villa Borghese tem uma passagem direta para outro espaço verde que vale a pena visitar: os Jardins do Píncio foram mandados construir por Napoleão como forma de celebrar as suas conquistas. Além de pequenas villas e de recantos românticos, é um dos melhores locais para observar a cidade de Roma. A Villa Doria Pamphili é o maior parque romano; nos seus 180 hectares estão vários edifícios que pertenceram à família a quem os terrenos foram comprados. Estas villas, enquadradas por jardins extensos, quase fazem esquecer que ali à volta está uma cidade plena de agitação. O Jardim das Rosas, o Jardim das Laranjeiras e a Villa Sciarra são outros locais a não perder por quem gosta de estar em contacto com a Natureza.

Natureza: outros destinos

Genebra Amesterdão Horta São Vicente
Genebra Amesterdão Horta São Vicente