TAP Portugal  
 
 
 
 
 
 

Natureza

Cerca de 15% do território da Guiné-Bissau são considerados área protegida. Por isso vale a pena sair da cidade e descobrir maravilhas naturais como a Reserva Natural do Cacheu ou o arquipélago dos Bijagós.

Os parques naturais de Tarrafes de Cacheu e da Lagoa de Cufada, os parques nacionais das ilhas de Orango e das ilhas João Vieira e Poilão e o arquipélago Bolama-Bijagós, classificado pela UNESCO em 1996 como Reserva de Biosfera, são apenas alguns dos locais a visitar. Situada a cerca de 100 quilómetros da capital, mas facilmente acessível de automóvel, a Reserva Natural do Cacheu tem uma área de 800 quilómetros quadrados, onde vivem cerca de 7500 habitantes de diversas etnias. A maior parte da superfície está coberta por uma zona contínua de mangais, a maior extensão da África Ocidental. Hipopótamos, gazelas e várias aves passeiam livremente pela reserva, onde há também a destacar uma grande variedade de peixes e moluscos. Também é fácil chegar ao arquipélago dos Bijagós, saindo de Bissau em direção a Bolama ou Bubaque. O arquipélago é formado por 88 ilhas e a maior parte não são habitadas, existindo ainda algumas onde não é possível entrar, já que estão ligadas a crenças religiosas de certas etnias. Além de zonas pantanosas e de savana, existem áreas destinadas à agricultura. Entre as espécies animais que vivem nos Bijagós destacam-se macacos, hipopótamos, crocodilos e tartarugas-marinhas.

Natureza: outros destinos

Viena Belo Horizonte Pequim Dusseldorf
Viena Belo Horizonte Pequim Dusseldorf