TAP Portugal  
 
 
 
 
 
 

Natureza

Numa cidade que se orgulha dos seus espaços verdes não é preciso procurar muito para encontrar áreas repousantes: desde pequenos jardins a grandes parques de lazer, passando pelas áreas de jardim ou bosques em redor dos castelos, há uma enorme variedade de locais para respirar... e relaxar.

A agitação de Dusseldorf pode levar a que seja necessária uma pausa para apreciar o silêncio ou para passear num espaço tranquilo, onde apenas o cantar dos pássaros quebra o silêncio. Pode parecer impossível, mas estes locais de contacto com a Natureza estão bem perto, onde quer que se encontre. O Hofgarten surgiu no século XVI e foi o primeiro jardim da cidade; situado em pleno centro, oferece, com as suas árvores, pontes e fontes, momentos de absoluta tranquilidade ou de frescura nos meses mais quentes do ano. O Parque Lantz'scher, além de ser um sítio indicado para as correrias e brincadeiras das crianças, tem também algo que vai agradar aos mais crescidos: muitas esculturas de diversas épocas. As peças mais modernas contrastam com a estrutura clássica do jardim. Para quem aprecia espaços verdes mais exóticos, nada como uma visita ao Nordpark, um jardim japonês onde impera a tranquilidade, com extensos tapetes de flores, monumentos, fontes e peças de arte. Tem uma zona para apanhar banhos de sol, bem como um parque infantil. Perto do Jardim Botânico (www.botanischergarten.uni-duesseldorf.de), famoso não só pela estufa em forma de redoma como pelas inúmeras espécies que possui, fica outro local muito procurado para passeios, banhos de sol e churrascos (tem uma área específica para os fazer): o Südpark, um espaço com paisagens surpreendentes, como um jardim de rosas e bosques. Os jardins em redor dos Palácios de Benrath, Eller, Mickeln e Heltorf têm uma atmosfera clássica e requintada, sendo também ideais para longos passeios.

Natureza: outros destinos

Luanda Pequim Corunha Amesterdão
Luanda Pequim Corunha Amesterdão