TAP Portugal  
 
 
 
 
 
 

Cultura

Lá onde eclode a nata dos artistas e intelectuais cabo-verdianos, o mais célebre dos voos artísticos a que o Mindelo assistiu foi o da cantora Cesária Évora, a diva dos pés descalços que calcorreou o mundo. Ao som de uma morna, de uma coladera ou de um funaná, São Vicente deixa-se ainda embalar por um festival de música reconhecido internacionalmente e por outro de teatro que representa a cultura que transpira nas ruas.

Apelidado de "o País da Morabeza", que em crioulo nos lembra a amabilidade de um povo gentil e hospitaleiro, habituado a ver partir e chegar – e a acolher sempre bem – locais e turistas, a vida em Cabo Verde ginga ao ritmo da música. Ela que é tocada ao vivo em bares, discotecas ou mesmo na rua – a Praça Amílcar Cabral é exemplo disso mesmo –, onde o clima ameno e a informalidade do trato se derramam em frenéticas tocantinas, cantadas e dançadas dia e noite fora. Na Kaza d’Ajinha, no Quiosque Praça Nova, na discoteca Syrius ou na Casa Café Mindelo, um edifício centenário que é simultaneamente hotel, café, restaurante, bar, casa de espetáculos e uma das mais destacadas referências culturais no Mindelo, entregue-se à toada dos sons cabo-verdianos. Outro dos ex libris artísticos de São Vicente é o Festival de Música da Baía das Gatas, na praia com o mesmo nome, que junta alguns dos nomes mais sonantes da música cabo-verdiana. Mas porque nem só de música se faz a vivência cultural autótone, sempre vibrante, o teatro também desempenha um papel principal na cena artística da ilha. A comprová-lo, o Mindelact, um dos mais importantes festivais de teatro do continente africano, que traz ao Mindelo companhias de todo o mundo.

Cultura: outros destinos

São Paulo Horta Caracas Zurique
São Paulo Horta Caracas Zurique