TAP Portugal  
 
 
 
 
 
 

Compras

Regra básica em Marrocos: o preço inicial que o vendedor lhe pede é sempre para ser regateado. Até é falta de respeito não negociar o preço com os comerciantes de Marraquexe. E aqui, nos souks, vende-se tudo, em zonas específicas para os vários tipos de comércio, de peles a tecidos, de joias a artesanato, de especiarias a fruta, e até doces!

Muitos dos turistas que vão a Marraquexe gostam de trazer tapeçaria local. É um dos “postais” da cidade e os vendedores gostam de fazer prova disso. Quando se entra numa loja, apressam-se a desdobrar carpetes ou mantas e a provar que está ali trabalho de qualidade e de muitas horas. É aqui que entramos na fase do regatear: “Quanto dá?”; nós respondemos com o “quanto custa?” E com alguma paciência fazem-se negócios muito interessantes. Existem duas ruas que não pode perder no seu passeio de compras em Marraquexe. Não são os Campos Elísios nem a Quinta Avenida, mas têm o seu encanto muito próprio. A Riad Zitoune le Kdim, com artesanato, joias e artigos tradicionais marroquinos, e a Avenue du Prince, com lojas de roupa para homem e senhora, de desporto, CD e DVD e várias de bijutaria. Para comprar os famosos tapetes e malas, vá até ao interior do souk. É aí que encontra os melhores preços e as melhores negociatas. Além disso, vá com algum tempo, pois as grandes compras, aqui, só se fazem depois de um chá, de muita conversa e de selar o negócio com um aperto de mão.

Compras: outros destinos

Salvador Genebra Funchal Berlim
Salvador Genebra Funchal Berlim