Resultados
Cidades mais próximas
    Conteúdo

    Assistência Médica - Fraturas e outros casos

    Assistência médica

    Para casos em que os passageiros necessitem de assistência médica, a TAP oferece soluções adequadas.

    Indique-nos o seu diagnóstico, nós ajudamos na sua viagem


    O bem-estar dos nossos passageiros é importante para nós, mesmo em situações em que necessite de conforto especial.

    Consulte os cuidados a ter e as condições que criámos para si.

    MEDA — Casos médicos, como comunicar?

    É considerado um caso médico quando um passageiro tem uma situação clínica em que depende de terceiros ou de assistência personalizada.
     
    Nestes casos, é necessário:
    1. Formulário MEDIF preenchido pelo médico do passageiro onde irá descrever o diagnóstico. Pode encontrar o formulário aqui (PDF, 0.1MB, PT).
    2. Para solicitar a assistência especial, deverá enviar o formulário devidamente preenchido para o FAX nº (+351) 21 841 5880 ou e-mail: medical.cases@tap.pt (este endereço de e-mail serve apenas para assuntos relacionados com o MEDIF, pelo que outras questões serão desconsideradas).
    Com estes dados, o seu caso será analisado pela equipa médica TAP e ser-lhe-á prestada a assistência mais adequada ao seu caso.
     
    As reservas deste serviço têm de ser feitas até 48 horas antes da viagem. Caso contrário, não podemos garantir a sua prestação.

    Fraturas

    A pressão atmosférica na cabine dos aviões comerciais é inferior à da superfície terrestre. Este fator não afeta a generalidade dos passageiros, mas no caso de existirem problemas de saúde, os passageiros devem ter este facto em conta.


    É o caso de um passageiro que sofreu uma lesão ortopédica (ex. fratura) com necessidade de imobilização por gesso. Para poder viajar deve solicitar autorização médica de embarque. Para efetuar o pedido, o médico que assistiu o passageiro tem de preencher este documento que deverá depois ser enviado para a TAP para os contactos acima indicados:

    Ainda para prevenir problemas circulatórios e desconforto, o gesso deve ser aberto, no caso de viajar até 48 horas após a sua colocação.

    Pode ser necessária uma cadeira de rodas para deslocação até ao avião e pode também necessitar de espaço para as pernas durante o voo, pelo que aconselhamos a reserva de um lugar extra.


    Para mais informações, consulte também a informação genérica acerca de prevenção de problemas de saúde, disponível aqui.

    Aviões A319, A320 e A321

    Passageiros com perna imobilizada abaixo do joelho.

    Passageiros com perna totalmente imobilizada, incluindo joelho

    Qualquer duração - Comprar dois lugares extra: o passageiro encosta o tronco à fuselagem e coloca o membro imobilizado sobre os outros dois assentos. Se o membro afetado for o do lado direito o passageiro é aceite do lado esquerdo e vice versa.

    Aviões A330 e A340

    Passageiros com perna imobilizada abaixo do joelho.

    Passageiros com perna totalmente imobilizada, incluindo joelho



    Incubadora

    A TAP apenas aceita incubadoras mod. ti-100 Globetrotter e os respetivos suportes são disponibilizados pela companhia.

    Para o correto funcionamento deste serviço são necessários:
    • Detalhes sobre ambulância nas escalas de embarque e desembarque da incubadora;
    • Nome do hospital de origem/destino;
    • Acompanhamento de um médico ou paramédico.


    Macas

    O transporte de passageiros em condição de caso médico com maca deve obedecer às seguintes regras:

    • Se solicitado pela transportadora, o passageiro tem de ser acompanhado por um paramédico ou médico;
    • Não são aceites reservas em lista de espera;
    • Em situações de trânsito, o pagamento da ambulância que transporta o passageiro de um avião para o outro fica a cargo deste.

    Na reserva tem de constar:

    • Os detalhes da ambulância nas escalas de partida/chegada (corporações/hospital de origem e destino);
    • O contacto do passageiro ou acompanhante no local de embarque.
    Qualquer equipamento adicional solicitado pela TAP, é providenciado pelo passageiro.



    Oxigénio

    É necessário que o passageiro viaje acompanhado por alguém com capacidade de prestar a devida assistência, preferencialmente um médico ou enfermeiro.

    No entanto, pode viajar desacompanhado caso consiga desempenhar a tarefa sozinho. Deve ter consigo uma autorização prévia dos serviços médicos.

    Não é permitida a utilização de oxigénio fornecido pelo passageiro e também não é possível a administração de oxigénio pelos tripulantes.

    A TAP dispõe de 2 tipos de garrafas:
    • grande: 3lts/min / 7lts/min;
    • pequena 2lts/min / 4lts/min.
    Todas as garrafas são fornecidas com uma máscara incorporada de tamanho único. 
    Não existem máscaras para crianças menores de 2 anos.

    Para mais informações, entre em contacto connosco.

    Concentrador de Oxigénio Portátil (POC) e Máquina de Pressão Positiva Contínua Nasal (CPAP)

    Os passageiros que necessitem transportar um POC ou um CPAP (para tratamento da apneia do sono), podem fazê-lo a bordo dos voos TAP.

    Devem, no entanto, contactar o Contact Center TAP, para se informarem das condições específicas para o seu voo.