Resultados
Cidades mais próximas
    Conteúdo

    Las Fallas, Valência em Fogo

    Las Fallas, Valência em Fogo

    Quem diria que a queima de sobras das carpintarias se transformaria numa festa que atrai mais de um milhão de visitantes? Descubra esta tradição única no mundo.

    Parece Carnaval, mas não é. A chegada da primavera em Valência é sinónimo de Fallas, um estrondoso festival que invade as ruas da cidade de cor, luz, fogo… e muita sátira!

    Velhos Hábitos... Evoluem

    Duram uma semana - 15 a 19 de Março - e são o resultado de um ano de trabalho árduo. Não é de estranhar que as Fallas de Valência seja um dos eventos mais aguardados; e não só em Espanha. Festa de Interesse Turístico Internacional e candidata a Património Mundial da Humanidade da UNESCO, as Fallas estão profundamente arraigadas no coração dos valencianos. 

    A sua origem remonta à Idade Média. Reza a lenda que, com a chegada da primavera e dos dias longos, os carpinteiros faziam uma fogueira para se livrar dos parots - lâmpadas a óleo com braços de madeira. A fogueira era também aproveitada para queimar restos e móveis velhos, acumulados durante o ano.

    Arte Condenada à Fogueira

    Durante meses, carpinteiros, escultores e pintores — artistas falleros — constroem grandiosos ninots ou monumentos falleros em madeira e papel machê. Os ninots satirizam tudo e todos, ilustram temas e problemas sociais, locais e regionais. Chegam a atingir os 30 metros de altura!
     
    Semanas antes do início do festival, os ninots são submetidos ao escrutínio do povo de Valência. O que mais se destaca em cada categoria (adulta e infantil) salva-se da fogueira e ganha o direito de habitar para sempre no Museo Fallero de Valencia, na Plaza Monteolivete

    Uma Sinfonia de Explosões

    Valência é a terra das luzes e sons. É a terra da pirotecnia. Todos os dias (1 a 19 de março), o chão da Plaza del Ayuntamiento, em frente à Câmara Municipal, treme ao som da mascletà. Durante vários minutos, centenas de bombinhas de pólvora são disparadas com toda a cadência. Um autêntico concerto de explosões, muito apreciado pela população local. 
    As manhãs mais próximas das Fallas são marcadas pelo despertà. Em chamamento para a festa, os falleros atiram trons de bac ou masclets — petardos — que explodem com grande estrondo e acordam toda a vizinhança.

    E que Comece a Caça

    A 16 de março, surpresa! Em cada esquina de Valência, um ninot. Numa corrida contra o tempo, os falleros passam a madrugada em claro para erguer os monumentos — la plantà — e oferecer um “bom-dia” especial aos primeiros transeuntes.
    E arranca a caça aos ninots! Comece pela belíssima Plaza de Toros de Valencia e suba pela rua Carrer de Ciril Amorós até ao maior parque urbano de Valência, o Jardín del Turia. Reviva o passado e percorra a Puente del Mar, outrora o caminho natural que unia a cidade ao porto. 

    Com a fome a apertar e o sol mediterrânico a acalorar, não deixe de passar pela movimentada Plaza del Mercado onde poderá apreciar uma boa Paella (a original!) acompanhada de Horchata, uma das bebidas mais populares de Valência. Para sobremesa, leve um bunyol (churro de abóbora), muito apreciado durante as Fallas.

    Salve-se Quem Puder 

    Começa a contagem decrescente para o espetáculo mais aguardado: a queima das Fallas! Todas as noites, os ninots reluzem com os grandiosos espetáculos de fogo-de-artifício, na zona da Alameda de Valencia, entre a Puente de la Exposición e a Puente de las Flores. O maior de todos os espetáculos acontece na Nit del foc (noite do fogo), a penúltima noite das Fallas. 
    À meia-noite do dia 19, todas as fallas são incendiadas! A noite torna-se dia, iluminada por gigantescas labaredas. Perante milhares de olhos, o trabalho dos artistas cai por terra e desfaz-se em cinzas. Um momento de êxtase, expurgação e renovação.
    Assim desaparecem as Fallas!

    Inspire-se com as nossas sugestões

    Explore os nossos destinos

    Valência
    Espanha Valência
    Cultura Natureza