Resultados
Cidades mais próximas
    Gosto
    Ver versão acessível no youtube.
    WishList
    Partilhe
    Conteúdo

    Vigo, Um Lugar Que Sabe a Mar

    Vigo, Um Lugar Que Sabe a Mar

    É a cidade mais cosmopolita e o maior centro urbano da Galiza. A modernidade, os traços mais antigos, que ainda guarda, e a força dos costumes e tradições diluem-se com elegância. Vigo aposta na inovação e no futuro, mas conserva e respeita as histórias que a marcam e a cultura que a define. Vive dos dias agitados e das noites de festa. Tem sabor, alegria e gente que recebe quem chega com um sorriso genuíno e espírito de partilha.

    A porta sempre aberta do Atlântico

    O leve e sugestivo cheiro a maresia sente-se em todos os cantos de Vigo. O Atlântico está muito perto e aconchega-nos os sentidos. Como qualquer cidade costeira, tem um porto que serve as chegadas e partidas e promove a consequente partilha de diferentes culturas. Desde o tempo dos romanos, foram muitos os povos que chegaram a este diamante galego e Vigo faz questão de conservar grande parte de todas essas heranças.

    A Puerta del Atlántico, que pode encontrar na Plaza de América, é o monumento que simboliza essa ligação com o mundo e lembra todos os que partiram daqui para outros continentes, para outras aventuras.

    A bem da verdade, o porto de Vigo não é um porto qualquer. É um dos mais importantes de Espanha e um dos principais a receber peixe fresco e marisco da Europa. A pesca na cidade galega é tão importante que está mesmo incluída em roteiros turísticos. Se tem interesse em conhecer mais de perto o dia a dia dos pescadores, saiba que, durante a sua visita, poderá acompanhar as várias fases da atividade piscatória, desde os estaleiros onde são construídos os barcos até à azáfama da Lota de Vigo. Se preferir acompanhar apenas a última fase do processo, com o peixe ou marisco soberbamente dispostos no prato, saiba também que está no sítio certo. Mais à frente contamos-lhe tudo!

    Lota de Vigo

    Vigo, um museu a céu aberto

    Por toda a cidade, existem esculturas que artisticamente enriquecem os jardins, as ruas e as praças mais importantes. Todas as obras têm a assinatura de escultores reconhecidos, como Agustín Querol, Francisco Asorey, Mariano Benlliure, Francisco Leiro, Juan Oliveira, Manuel Buciños ou Xoán Piñeiro, e cada uma representa uma época, uma constatação artística ou um momento histórico. É interessante descobri-las enquanto passeia, no entanto  sugerimos que conheça algumas: o El Sireno de Francisco Leiro, que encontra na Puerta del Sol, o El Nadador, do mesmo escultor e que está para todos verem mesmo ao lado da Ría de Vigo e Los Caballos, de Juan Oliveira, na Plaza de España.

    Mas a arte e as suas mais variadas manifestações multiplicam-se por vários lugares. Para conhecer com maior profundidade a essência da arte galega, sugerimos uma visita à Pinacoteca de Vigo, situada na Calle del Príncipe. Aproveite e faça uma visita ao Museu Municipal Quiñoces de León e já agora, entre no Museu de Arte Contemporânea, situado muito perto dos anteriores. Em Vigo, também se arranja espaço e tempo para momentos mais tranquilos e de contemplação. Um passeio pelo Monte do Castro é uma boa opção. Além de poder admirar os diferentes contornos da cidade e a romântica e poética baía, pode também usufruir dos encantos do jardim que encontra mesmo no topo.

    Ilha dos Amores

    Vigo e as suas ilhas dos amores

    Foram batizadas pelos romanos como as ilhas dos deuses e ainda hoje conseguimos saber porquê quando as visitamos. São três as ilhas que formam o arquipélago das Ciés: Monte Agudo, Faro e San Martiño, esta última de difícil acesso. Todas acolhem o Parque Nacional das Ilhas Atlânticas da Galiza, um parque marítimo e terrestre com mais de 8 mil hectares, dos quais 1195 em terra.  Esta espécie de céu oferece o melhor da natureza no seu estado mais puro: escarpas graciosamente desenhadas na paisagem, praias, águas cristalinas e uma rica diversidade ecológica.

    Parque Nacional das Ilhas Atlânticas da Galiza

    É onde está a melhor praia do mundo

    Ou a Playa de Rodas que liga a ilha de Monte Agudo à de Faro. A sublime areia fina e branca a estender-se graciosamente até ao azul profundo do mar Atlântico garantiu-lhe em 2007 o pomposo título de melhor praia do mundo. A cortesia foi do jornal britânico The Guardian e os galegos gostam de lembrar o reconhecimento com orgulho e razão. Para chegar a este autêntico paraíso terá de apanhar um barco no porto de Vigo, uma viagem com a duração de cerca de 40 minutos. Uma vez lá, aproveite para conhecer as praias à volta. Se gosta de campismo, pode ficar no Parque de Campismo de Ciés e viver uma experiência quase selvagem.

    Ciés

    Vigo, para experimentar sabores

    Os sabores de Vigo não sabem apenas a mar, sabem a experiências epicamente deliciosas, que vão das típicas tapas espanholas e das inconfundíveis ostras da Ría, passando pelos mistérios do polvo galego até à simplicidade de um maravilhoso churrasco. Estamos na Galiza, a boa comida faz parte da alma da terra e até o paladar mais exigente agradece.

    Gastronomia
    Mais gastronomia
    Pode saborear uma dessas experiências na Calle de las Ostras (ou Rúa de la Pescadería). As ostras da Ría de Vigo são uma das mais famosas estrelas do prato deste canto galego e nesta rua, situada muito perto do Mercado da Pedra, pode assistir à preparação do saboroso molusco nas diferentes ostreiras que o servem como manda a tradição.

    Como é uma cidade de pescadores, as mariscadas ou o famoso polvo à feira fazem parte de qualquer roteiro gastronómico da cidade, mas também não pode deixar de provar as empanadas de zamburiña, as xoubas (sardinhas) e os pimentos de padrón. A acompanhar? Um charmoso copo do melhor vinho branco galego conhecido como Albariño.

    Movida a… alegria!

    Vigo é também conhecida como a capital do ócio da Galiza e por aqui nunca faltam motivos para sair de casa, sejam estes culturais ou de pura e simples diversão. A noite desenrola-se com a alegria clássica espanhola, entre deliciosas tapas, música, dança e brindes com os melhores vinhos. O Casco Vello, bairro antigo na parte histórica da cidade, concentra alguns dos lugares perfeitos para uma noite com direito a tudo o que é bom, sempre com o espírito leve e descontraído. Por todo o lado, há gente a ser feliz. Nos restaurantes, bares, esplanadas ou mesmo na rua, a dinâmica festiva da cidade está em todo o lado. Plaza da Constitución, Calle Real, Plaza de la Colegiata ou Calle Oliva são alguns exemplos.

    Se prefere um ambiente mais requintado, sugerimos que siga em descoberta da zona do Ensanche de Vigo (desde a Alameda até Montero Ríos). Até pode ir mais cedo, já que nesta zona há alguns parques, jardins e uma zona pedonal onde pode aproveitar para tranquilamente apreciar uma bebida numa das esplanadas.

    Se é dos que preferem uma noite mais alternativa, saiba que continua na cidade certa. Vá até Churruca onde o encontro com o lado menos óbvio da cidade é inevitável. Igualmente interessante e tão cheio de vida como os outros, é o lugar do indie, do funk, da eletrónica, do rock, dos amantes de música ao vivo e da arte menos convencional.

    Afinal, estamos na capital do underground e, no que toca à cultura urbana underground espanhola, Vigo é uma referência. Juntamente com Madrid, foi a cidade da movida, um movimento moldado pelas noções da contracultura que teve o seu auge na década de 80. A herança da cultura independente continua a sentir-se na vasta oferta cultural, o que faz com que Vigo continue à procura das profundezas culturais emergentes. A vibração artística mantém-se e não é difícil encontrar uma programação à altura das mentes mais alternativas, na música ou nas mais diversas manifestações de arte contemporânea.

    Todos os dias há música em Vigo. E para todos os ouvidos e sensibilidades. Do folk ao experimental, passando pelo rock e pelos sons clássicos ou mais tradicionais, é uma cidade que se move ao som de muitas e diferentes canções. Ao todo, tem 7 recintos (para concertos e espetáculos) e um número sem fim de bares e salas que acolhem este tipo de eventos.
     
    Playa de Samil
    Além de ser música, Vigo também é poesia, sobretudo quando o sol começa a cair. Há muitos lugares para ter essa experiência, ao entardecer: Miradouro do Monte do Castro, na Playa de Samil e claro na Ría que docemente compõe uma dos lugares mais bonitos da Galiza.

    Explore os nossos destinos

    Vigo
    Espanha Vigo
    Aventura Praia Cultura Natureza