Conteúdo

Fátima e os Seus Mistérios

Fátima e os Seus Mistérios

É um dos símbolos católicos mais estimados e respeitados em todo o mundo. Todos os anos, recebe cerca de 6 milhões de pessoas, entre peregrinos, turistas e curiosos. Fátima situa-se a pouco mais de 100 quilómetros de Lisboa, na região centro de Portugal. É verdade que muitos escolhem-na como destino privilegiado, na procura de conforto e esperança, mas também é certo que, além dos mistérios da fé, Fátima e os lugares que a rodeiam guardam outros segredos igualmente belos.

Fátima, o altar do mundo

 Foi elevada a vila em 1977 e a cidade em 1997. Tendo em conta a história e os acontecimentos que testemunhou, no início do século XX, muitos descrevem-na como a terra dos milagres ou a cidade da paz. 1917 foi o ano que marcou (e para sempre) este canto português, na altura, pacato e bucólico, onde pouco ou nada acontecia, a não ser a vida simples e rural dos seus habitantes. Foi nesse ano que três crianças fizeram parte de uma experiência sobrenatural e que ficaria conhecida como o milagre de Fátima.

Conta-se então que, a 13 de maio, uma senhora envolvida numa aura de luz e descrita como mais brilhante que o sol apareceu aos pastores Lúcia, Jacinta e Francisco, na localidade de Cova da Iria, agora um dos destinos mais importantes para a fé cristã. Desde então, Fátima tornou-se num altar para o mundo — um lugar de peregrinação, espiritualidade e um ponto de encontro para crentes.

Os lugares da fé

 As histórias que se contam, à volta das aparições e dos três pequenos pastores, estão presentes em vários lugares. O Santuário de Fátima, onde chegam milhares de peregrinos, todos os anos, é um dos santuários marianos mais importantes do mundo e, ao longo do tempo, tem sido expandido para responder às necessidades dos que o visitam. Ao visitá-lo, vai deparar-se com monumentos, lugares de oração e referências simbólicas.

Comecemos pela Capela das Aparições — construída no local exato onde as três crianças garantem ter visto a imagem da Virgem Maria. Foi construída com simplicidade e, na verdade, é uma réplica da capela original erguida em 1919, logo depois das aparições.

Em 1928, começou a ser construída a mais opulente Basílica de Nossa Senhora do Rosário de Fátima, inspirada na arquitetura neobarroca e edificada com pedra da região. Projetada pelo arquiteto holandês Gerard Van Kriechen e continuada pelo português João Antunes, é composta por uma torre central (ornamentada com uma coroa em bronze) e por colunatas decoradas com painéis de cerâmica com representações da Via Sacra. É também onde estão os túmulos das três crianças que garantem ter visto a Nossa Senhora.

Em 2007, e para poder acolher cada vez mais fiéis, foi inaugurada a Basílica da Santíssima Trindade. É um projeto que segue uma linha bem mais moderna, assinado pelo arquiteto grego Alexandros Tombazis, e o quarto maior templo católico do mundo, com capacidade para mais de 8 mil lugares.


Aljustrel, a aldeia dos três pastores

Não muito longe do santuário (a cerca de 3 km) está Aljustrel, a aldeia sossegada onde Lúcia, Francisco e Jacinta nasceram. A Casa dos Pastorinhos, onde viveram Jacinta e Francisco, mantém-se muito bem preservada e, através dos objetos pessoais e móveis que ainda guarda, ao visitá-la, pode saber mais sobre a infância das duas crianças e sobre o modo de vida rural daquele tempo, em Portugal. Muito perto, em Valinhos, está a casa onde a terceira criança, Lúcia, viveu até aos 14 anos. Ainda em Aljustrel, sugerimos que faça uma visita à Casa Museu da vila onde, através de uma exposição etnográfica, são descritos os costumes e a vida dos habitantes da região, ao longo do tempo.

Perto de Fátima, tanto para descobrir com a natureza

Mas há mais para conhecer quando estamos em Fátima. Muito perto (a cerca de 10 quilómetros) encontra o Parque Natural das Serras de Aire e Candeeiros. É uma área protegida e muito conhecida pelas suas grutas naturais que, devido à ação da água e do tempo, apresentam formações surpreendentes e dignas de uma visita. Conhecer, por exemplo, as grutas de Mira de Aire (uma das 7 Maravilhas Naturais de Portugal) é viajar pelas entranhas da serra e descobrir uma beleza subterrânea única.

O parque guarda ainda tesouros arqueológicos, como pegadas de dinossauros, e abriga uma grande diversidade de flora e fauna, com destaque para cerca de 18 espécies de morcegos — o animal que foi escolhido para ser o símbolo deste recanto natural.

A misteriosa rota dos castelos

Ainda nos arredores de Fátima, sugerimos uma viagem no tempo, pela rota dos castelos, um circuito feito de história, mistérios, lendas e tradições. A apenas 12 quilómetros, encontra o Castelo de Ourém, considerado como um dos castelos portugueses mais carismáticos. Por estar localizado num ponto alto, em cima de uma colina, tem uma vista privilegiada para a vila medieval de Ourém e até para Fátima. 

Um pouco mais longe, mas não muito (a cerca de 20 quilómetros), está o Castelo de Leiria, um dos grandes tesouros medievais da cidade do rio Lis e que, além de uma vista encantadora, guarda verdadeiros tesouros históricos, como a Igreja de Nossa Senhora da Pena, os antigos Paços Reais e a Torre de Menagem.

Nesta rota, sugerimos ainda uma visita ao simbólico Castelo de Porto-de-Mós, situado na Vila Porto de Mós (também em Leiria) e muito ligado à literatura portuguesa, tendo sido imortalizado pelo poeta Luís de Camões, na sua obra épica, Os Lusíadas.

É por tudo isto, e muito mais, que Fátima é um destino a ter em conta. Para muitos, um lugar tranquilo de fé e oração. Para outros, um refúgio com encantos naturais e de grande riqueza histórica.

Inspire-se com as nossas sugestões

Explore os nossos destinos

Lisboa Lisboa Image
Portugal Lisboa
Família Cultura Noite Romance
Cidades mais próximas
    Selecionar data
    Selecionar datas
    Gosto
    Ver versão acessível no youtube.
    WishList
    Partilhe