• Reservar voo
    Tipo de viagem
    toolbarsearch
    Apenas são elegíveis para reserva online com milhas voos operados pela TAP e TAP Express, entre em contato conosco através do Centro de Assistência TAP Miles&Go.
    Datas de voos
    Datas de voos

    Primeiro voo

    Eliminar voo
    Apenas são elegíveis para reserva online com milhas voos operados pela TAP e TAP Express, entre em contato conosco através do Centro de Assistência TAP Miles&Go.

    Segundo voo

    Eliminar voo
    Apenas são elegíveis para reserva online com milhas voos operados pela TAP e TAP Express, entre em contato conosco através do Centro de Assistência TAP Miles&Go.
    Número de passageiros
    Qual é o tipo de viagem Stopover?
    Procurar por origem e destino Stopover
    Datas de voos
    Datas de voos
    Primeiro voo
    Segundo voo
    Número de passageiros
    Reservar com:
    toolbarreservation
  • Gerenciar reserva 
    toolbarchooseone
    Gerenciar reserva 
    Insira o código de sua reserva
    Imprima a sua fatura
  • Check-In
    toolbarmanagecheck
    Insira os dados da sua reserva
    Insira os dados da sua reserva
  • Informação voo
    toolbarchooseone
    Gerir Estado do Voo
    Insira a informação do voo

Viajar sozinha para Israel

Há uma ideia formada sobre Israel… que todo o turismo é religioso. Mas não, nem tudo é assim! Este é um destino que reúne tudo, para todos os gostos: desde fazer a rota gastronômica de Telavive, até boiar no Mar Morto; desde os bares de Jerusalém, até a fortaleza de Massada; e desde o centro renovado de Nazaré, às cascatas da reserva natural de Ein Gedi. E foi um destino onde encontrei muitas mulheres viajando sozinhas, como eu. 
1
De Telavive, vá até Nazaré
Ghent
Nos últimos anos, o centro de Nazaré está ficando com uma nova cara, com inúmeros negócios modernos, mas também lojas que vendem o artesanato tradicional. É uma cidade mais calma que Telavive, mas há restaurantes, cafés... e é seguro andar sozinha pelas pitorescas ruas da cidade, onde Jesus cresceu. Além de conhecer todos os pontos religiosos – como a Basílica da Anunciação ou a Fonte da Viragem Maria – a partir daqui você pode fazer vários tours, como o Mar da Galileia, o Rio Jordão, a Haifa, o Monte Tabor e muitos outros.  Se estiver sozinha, o melhor mesmo é juntar-se a outros viajantes em tours. Em um dos passeios que fiz, a partir de Nazaré, éramos só mulheres, todas de países diferentes, viajando sozinhas, e até a guia era mulher!
1
De Nazaré a Jerusalém
De hostel em hostel, com os transfers incluídos, fui de Nazaré até a cidade que todos querem visitar. Se a ideia geral é que Israel está ligado ao turismo religioso, Jerusalém é sua capital, e isso se sente em tudo! No entanto, Jerusalém é muito mais que o Santo Sepulcro, o Muro das Lamentações, a Cúpula da Rocha, ou o Monte das Oliveiras... Apesar de tudo estar relacionado a religião, um passeio na cidade antiga faz-nos viajar no tempo e absorver a riqueza histórica que esta cidade detém. E, apesar da agitação, também é muito simpática para quem viaja sozinha, dando sempre uma sensação de segurança, tanto de dia como de noite. Além do tour da Cidade Sagrada, é a partir de Jerusalém que você pode conhecer a fortaleza de Massada, passear e banhar-se nas cachoeiras da Reserva Natural de Ein Gedi, assim como boiar no Mar Morto... todas experiências inesquecíveis. 

E não deixe de visitar o moderno mercado Mahane Yehuda, no centro de Jerusalém, onde existem restaurantes com comida tradicional, mas também internacional e animados bares, que ficam abertos até tarde. De Jerusalém, voltei com facilidade para Telavive (no transfer do hostel), para pegar o voo TAP para Lisboa. Boa viagem!
1
Lisboa - Telavive
Bruxelas
Com o voo TAP Lisboa – Telavive, descubra primeiro esta cidade vibrante! Dedique-lhe pelo menos dois dias. É que Telavive tem uma vida elétrica e dá vontade de fazer de tudo um pouco: há tours gastronômicos, bares... passeie pela cidade velha de Jaffa, pelo eclético e artístico bairro de Neve Tzedek e passe pelas espetaculares praias desta moderna cidade... se possível para apreciar o pôr do sol. À noite, descubra os bares ou suas esplanadas, nas avenidas. Um conselho para quem viaja sozinha: ficando em hostels, você tem maior possibilidade de conhecer outras pessoas que também estão viajando sozinhas. Fazem-se amizades entre viajantes, todos os dias.
Por Susana Ribeiro / Viaje Comigo

Explore nossos destinos