Conteúdo

Algarve, um Sonho de verão

Algarve, um Sonho de verão

O que é que o Algarve tem? Tem tudo para recebê-lo tão bem que muito provavelmente vai querer voltar sempre que tiver oportunidade. É que o sol brilha quase todos os dias para aquecer o mar que chega aos areais em vários tons de azul. É um lugar onde muito acontece: caminhadas pela natureza, encontros com a tradição, a cultura e, claro, com os melhores sabores, ora do mar ora das montanhas. 

Beleza natural à beira mar   

São cerca de 200 quilômetros de areia branca e fina abraçando um mar sereno e quente. Dividido ao meio (barlavento e sotavento), o Algarve tem algumas das praias mais bonitas da Europa e até mesmo… do mundo. Descobri-las, uma a uma, é uma experiência rica em desafios e prazer. Pelo caminho, além das praias, encontramos grutas, arribas, falésias e trilhos que fazem deste canto português o destino de férias eleito por pessoas vindas de todos os lados. De Aljezur (na parte sudeste) a Vila Real de Santo Antônio (do outro lado), damos-lhe algumas sugestões para incluir em seu roteiro pelas melhores praias do sul português. 

Há muitas que ainda conservam o lado mais selvagem. Entre Odeceixe e Sagres, encontramos muitos encantos naturais (ainda escondidos entre escarpas e arribas), alguns só acessíveis por caminhos menos óbvios. Se você gosta destes autênticos tesouros balneários, anote as seguintes sugestões, ainda na parte do barlavento algarvio: Praia de Odeceixe, Praia da Amoreira, Praia do Monte Clérigo ou Praia da Arrifana. São perfeitos para viver dias de sonho…  de verão.
Mas a descoberta das melhores praias continua até o outro extremo algarvio. Não muito longe, em Lagos, está uma das mais fotografadas — a Praia Dona Ana. O azul-turquesa do mar, que sobressai entre os recortes das falésias, dá-lhe o título de uma das mais encantadoras da região. Ainda por perto, encontramos outra maravilha algarvia — a Ponta da Piedade, considerada, pelo jornal norte-americano Huffington Post, uma das praias mais bonitas do mundo. Ao chegar, você entenderá claramente por quê. Aproveite e passeie de barco pelas grutas que compõem a paisagem.  

Na Lagoa, graciosamente situada em uma pequena baía de pescadores, está a Praia do Carvoeiro — apesar das boas infraestruturas turísticas que oferece, ainda guarda o lado mais tradicional da vida algarvia. Depois, e já que está por perto, sugerimos que visite a Praia da Marinha, outra das maravilhas do sul, em grande parte falésias e pelos túneis naturais que a envolvem.
Se preferir dias mais cosmopolitas e agitados, escolha um roteiro entre as praias da Falésia (Vilamoura), da Rocha (Portimão), da Galé ou da Oura (Albufeira) — além das praias, são as zonas do Algarve onde a vida noturna tem maior expressão. Continuando em direção a Vila Real de Santo Antônio, ainda sugerimos as praias de Cabanas, Manta Rota, Altura e Monte Gordo. Esta já é a parte do sotavento algarvio, onde as águas são ainda mais quentes. 

Trilhos pelos labirintos da natureza

Desde a orla marítima até as profundezas do interior, das cidades e vilas mais tradicionais aos desenhos das serras, a diversidade do Algarve é um de seus pontos mais fortes. É como viajar por diferentes mundos, mas no mesmo lugar. Há muitas formas de descobrir os maiores segredos algarvios e muitos caminhos para isso. Se gostar de caminhadas ou de pedalar pela natureza, experimente, por exemplo, os percursos da Via Algarviana — uma rota que liga Alcoutim ao Cabo de São Vicente, ao longo de 300 quilômetros (grande parte na serra algarvia). Mas há mais!

Tão formosa é esta ria…

O Parque Natural da Ria Formosa é um dos maiores tesouros naturais do Algarve e uma das 7 Maravilhas Naturais de Portugal. Ao todo, são perto de 20.000 hectares de área protegida, estendidos por cerca de 60 quilômetros da costa e pelos concelhos de Loulé, Faro, Olhão, Tavira e Vila Real de Santo Antônio. O que você pode encontrar por aqui são dunas, sapais, praias, as mais diversas formas de vida e diferentes ecossistemas, entre a vastidão da flora e a fauna. Entre no maravilhoso mundo da natureza e descubra-o como preferir — a pé ou de barco. Para saber quais os percursos que existem e quais os que mais adequados a você, comece consultando as informações disponíveis no Centro de Educação Ambiental de Marim.

As ilhas da ria

A ria tem muitos encantos naturais e alguns são em forma de ilhas. Com pequenas viagens de barco, você pode conhecer autênticos lugares de sonho. Em Faro, está a Praia da Ilha da Barreta (também conhecida como a Ilha Deserta). É um dos segredos mais bonitos do Algarve — uma praia mais isolada, com areia fina, águas cristalinas e muito espaço para todos que a queiram conhecer.

Já a Praia da Ilha da Fuseta, a Ilha da Culatra e a Ilha da Armona são as mais próximas de Olhão. São ilhas tão extensas que servem os que gostam de mais agitação até os que preferem um ambiente bem mais tranquilo.

Com cerca de 11 quilômetros de extensão, a Ilha de Tavira é mais um ponto incontornável desta descoberta das ilhas do sul. Povoada pelo dia a dia pacato de pescadores, aqui o ar puro e a brisa do mar apuram os sentidos e proporcionam dias perfeitos de paz e sossego.

 

O Algarve sabe a mar, a serra e a… amêndoa

O Algarve é também uma alegria de sabores, resultado de inúmeras influências históricas que se foram misturando ao longo do tempo e que variam consoante as áreas geográficas da região. Com forte influência mediterrânea, a gastronomia algarvia divide-se entre a frescura dos sabores da costa e a substância dos que chegam do interior, das serras. 

A frescura do peixe e do marisco pertence à parte do Algarve com vista para o mar. Afinal, é a terra de muitos pescadores e provar o que o mar oferece faz parte dos muitos prazeres locais. Cataplana, sopa de peixe, arroz de polvo, arroz de marisco, sardinhas, cavala, atum, feijoada de polvo, lulas e búzios são alguns exemplos… deliciosos.

E por ter uma relação tão estreita com estes sabores, é também no Algarve que acontecem os eventos gastronômicos mais importantes relacionados ao mar. Em Olhão, durante o mês de agosto, decorre o Festival do Marisco e, em Portimão, também em agosto, celebra-se, junto à marginal, o Festival da Sardinha.

Já na parte interior (no Barrocal e na serra algarvia), os pratos tradicionais têm claramente uma grande influência serrana, mais rural. As estrelas da mesa são os guisados de carne, as favas à algarvia ou a galinha cerejada.

Em Monchique, durante o mês de março, realiza-se a Feira dos Enchidos Tradicionais, famosa pela grande variedade de produtos da região que oferece: desde os enchidos ao mel, passando pelo artesanato até o famosa aguardente tradicional — o medronho (feita do fruto do medronheiro que cresce nas montanhas da zona).

Algumas das tradições mais doces do Algarve são feitas de amêndoas e têm a influência da passagem dos árabes por ali. É a terra das amendoeiras, por isso, saborear este lugar é também saborear a essência deste fruto seco. Uma vez por lá, experimente os morgadinhos e a realeza da doçaria — o Dom Rodrigo.

Sim, podemos afirmar com toda a certeza que o Algarve tem os melhores sabores da vida.

Inspire-se com nossas sugestões

Explore nossos destinos

Faro
Portugal Faro
Praia Natureza Vida noturna
Cidades mais próximas
      Selecionar data
      Selecionar datas
      Gosto
      Ver versão acessível no youtube.
      WishList
      Compartilhe