Conteúdo

O Carnaval no Mundo

O Carnaval no Mundo


O Carnaval é dos eventos mais celebrados por todo o mundo. Com origens pagãs, foi mais tarde incluído no calendário cristão – assinalando os dias que antecedem a Quaresma – e tem hoje manifestações muito diversas, mas que em comum têm um fator fundamental: a festa. No próximo Carnaval, porque não escolher um destino folião para viajar?
Brasil – o maior do mundo

Brasil é quase sinónimo de Carnaval. Uma verdadeira indústria no país, envolve produções grandiosas que demoram um ano inteiro a preparar, com resultados, no mínimo, magníficos. O Rio de Janeiro tem o maior do mundo, segundo a Guinness World Records, e é também um importante motor económico da cidade, pelo número de postos de trabalho que gera e pelo volume de turistas que movimenta.
O Carnaval do Rio é único, mas não é o único. Por todo o país se celebra esta que é a festa mais popular do Brasil. Recife e Olinda, por exemplo, têm o maior bloco de carnaval do mundo – o Galo da Madrugada – com o Frevo, ritmo tradicional da região, a dominar a sonoridade. Também Salvador, na Bahia, tem o seu próprio Carnaval, com música e dança ao som de ritmos locais, como o axé, o samba-raggae e o arrocha. Estes são apenas alguns exemplos. Na verdade, todas as cidades, pequenas ou grandes, mais ou menos populosas, têm a sua forma de celebrar o Carnaval no Brasil, com toda a diversidade que compõe o maior país da América Latina.

Veneza – beleza intemporal, atrás de uma máscara

Celebra-se por todo o mundo, o Carnaval, mas o de Veneza é especial, icónico, para dizer o mínimo. As máscaras e os trajes tão típicos de Veneza, juntamente com o cenário incrível de uma das cidades mais bonitas do mundo, dão ao Carnaval uma energia única, só possível de descrever por quem lá vai e apenas acessível aos sonhos de quem ainda não foi.
O Carnaval extravagante de Veneza é um dos cartões de visita desta magnífica cidade italiana. Assista aos desfiles e descubra quem vence o concurso de melhor máscara, vá a um baile de máscaras, a um concerto de música clássica, ou até a um bar, sempre disfarçado. Aproveite as performances de rua e procure os eventos mais restritos. A experiência será única.

Alemanha – Colónia no Inverno e Berlim no Verão

É conhecida como “a quinta estação do ano” e celebra-se por todo o país. A época do Carnaval alemão começa oficialmente no dia 11 de novembro, às 11:11 da manhã, com as festividades a arrancar 40 dias antes do início da Quaresma. 
Colónia organiza o Carnaval mais célebre de toda a Alemanha. Durante os “dias loucos”, ruas, praças, bares, restaurantes e outros locais enchem-se de multidões de locais e turistas vestidos a rigor, de música, de dança e, enfim, de muitos excessos. Durante seis dias, a vida normal é suspensa. Se Colónia já é um local a visitar, no Carnaval torna-se absolutamente imperdível. 
Em Berlim, celebra-se o Carnaval das Culturas, um evento que celebra a diversidade e o espírito multicultural da capital alemã. Este Carnaval tem em comum com todos os outros a festa, a música, a comida e a diversão, mas tem de particular o facto de acontecer em junho. Aberto a todas as pessoas e todas as expressões culturais, é uma verdadeira celebração da diversidade humana, com todas as suas manifestações culturais. Isto significa arte, música, comida e cor, durante quatro dias, em vários locais da cidade, com concertos, mercados de rua, demonstrações culinárias e artísticas, e o grande desfile, que ocorre todos os anos no domingo de Pentecostes, 50 dias após a Páscoa. 

Nice – à beira do mar, na Costa Azul, chovem flores

O Carnaval de Nice é um dos mais conhecidos e antigos do mundo, com registos de celebrações datados do século XIII. Tendo como palco a Riviera Francesa, o carnaval é sem dúvida uma época alta de visita à cidade, e a toda a região, que acolhe durante duas semanas este magnífico evento e recebe uma média de um milhão de pessoas todos os anos.
Desfiles de dia e desfiles de noite, flores pelo ar, fogo de artifício, muita gente e pouca moderação – afinal, é Carnaval! – são apenas alguns motivos para embarcar neste voo para Nice.

Tenerife – celebrar no paraíso

Santa Cruz de Tenerife, a capital da maior ilha das Canárias, é irmã gémea do Rio de Janeiro. Este facto curioso pode ser, desde logo, indicador da dimensão das festas de Carnaval nesta ilha. E que dimensão! O Carnaval de Tenerife recebe todos os anos multidões que partilham um objetivo comum: divertir-se.
Ao longo de vários dias, a dificuldade está na escolha. Há grupos musicais – murgas, comparsas e rondallas – pela cidade a mostrar o que valem. Há concursos para eleger as Rainhas do Carnaval. Há festas e mais festas e há o grande desfile. No primeiro dia da Quaresma, há ainda o “Enterro da Sardinha”, a encerrar oficialmente as celebrações. Tudo isto numa ilha paradisíaca no Atlântico.

Basileia – Património Mundial da UNESCO

“Os três dias mais belos do ano”. É assim que os habitantes se referem ao Basler Fasnacht, o Carnaval de Basileia. Este é possivelmente o mais europeu dos grandes carnavais, tendo em 2017 conquistado a categoria de Património Imaterial da Humanidade, atribuída pela UNESCO. Acontece uma semana depois da data em que se celebra na grande maioria dos países.
Basileia é uma cidade única na Europa, considerada também a capital cultural da Suíça. Rico em tradições e com uma estética única, o Carnaval desta cidade é facilmente distinguível da grande maioria dos carnavais do mundo. As enormes lanternas que iluminam o corso da noite de carnaval são pintadas à mão, com temas próprios, que transformam as ruas da cidade num mar colorido e iluminado, ao som da música dos flautistas e do ritmo dos percussionistas. Definitivamente, uma experiência a não perder.

Portugal – a norte, a sul e nas ilhas

O Carnaval português não é propriamente o do Rio de Janeiro, o da Bahia ou o de Veneza, mas também tem os seus encantos. A folia começa na sexta-feira que antecede o Entrudo e acaba na terça-feira de Carnaval. Dos muitos corsos e desfiles que acontecem um pouco por todo o país, destaque para o de Torres Vedras (voe para Lisboa), autointitulado de “Carnaval mais português de Portugal”, o da Madeira, de onde saíram os imigrantes que levaram a moda do Carnaval para o Brasil, e a muito sui generis Festa dos Caretos de Podence, no norte do país (voe para o Porto). Conte ainda com festas em quase todos os bares e discotecas e não se admire quando vir gente mascarada na rua a fazer tropelias a quem passa. Escolha uma máscara, entre no espírito dos foliões e divirta-se... sem esquecer o lema: é Carnaval, ninguém leva a mal!

Inspire-se com nossas sugestões

Explore nossos destinos

Faro
Portugal Faro
Praia Natureza Vida noturna
Porto
Portugal Porto
Cultura Gastronomia Vida noturna Romance
Cidades mais próximas
      Selecionar data
      Selecionar datas
      Gosto
      Ver versão acessível no youtube.
      WishList
      Compartilhe